3 comédias brasileiras que gosto


Mais uma vez falando de filmes hehe. Nunca postei nada sobre filmes brasileiros aqui no blog, então escolhi 3 filmes de comédia que eu gosto muito e com certeza vocês também; e pra quem não assistiu, assista hein...

Trair e Coçar, É Só Começar


Num condomínio de classe média alta, uma confusa e intrometida empregada, Olímpia (Adriana Esteves), sempre considerou seus patrões, Inês (Bianca Byington), uma arquiteta, e Eduardo (Cássio Gabus Mendes), um médico, o casal mais perfeito e apaixonado do mundo. Eles estão prestes a completar 15 anos de casados, o que faz com que Olímpia e Inês preparem uma surpresa a Eduardo, que está retornando de um congresso em Brasília. Porém, Olímpia erroneamente supõe que Eduardo esteja traindo a esposa com Salete (Lívia Rossy), uma dançarina que Eduardo conheceu na viagem de volta. Logo, ele começa a pensar que Inês está tendo um caso com Cláudio (Otávio Muller), o síndico do prédio. Cristiano (Mário Schoemberger) e Lígia (Mônica Martelli), que também são casados e se amam, são também vítimas de interpretações erradas, que causam ainda mais confusões. Em pouco tempo mais pessoas são envolvidas e o prêdio vira um pandemônio.

Minha Mãe é uma Peça



Dona Hermínia (Paulo Gustavo) é uma mulher de meia idade, divorciada do marido (Herson Capri), que a trocou por uma mais jovem (Ingrid Guimarães). Hiperativa, ela não larga o pé de seus filhos Marcelina e Juliano (Mariana Xavier e Rodrigo Pandolfo), sem se dar conta que eles já estão bem grandinhos. Um dia, após descobrir que eles consideram ela uma chata, resolve sair de casa sem avisar para ninguém, deixando todos, de alguma forma, preocupados com o que teria acontecido. Mal sabem eles que a mãe foi visitar a querida tia Zélia (Sueli Franco) para desabafar com ela suas tristezas do presente e recordar os bons tempos do passado.

Até Que a Sorte Nos Separe



Tino (Leandro Hassum) é um pai de família comum que vê sua vida virar de ponta a cabeça após ganhar na loteria. Levando uma vida de ostentação ao lado da mulher, Jane (Danielle Winits), ele gasta todo o dinheiro em 15 anos. Ao se ver quebrado, Tino aceita a ajuda do vizinho Amauri (Kiko Mascarenhas), um consultor de finanças super burocrático e que por sinal vive seu próprio drama ao enfrentar uma crise no casamento com Laura (Rita Elmôr). Tentando evitar que Jane descubra a nova situação financeira, afinal ela está grávida do terceiro filho não pode passar por fortes emoções, Tino se envolve em várias confusões para fingir que tudo continua bem. Para isso, conta com ajuda do melhor amigo, Adelson (Aílton Graça), e dos filhos.

Já assistiram esses filmes né? São ótimos, dá pra rir bastante hehe

8 comentários:

  1. O único que gosto é Até que a sorte nos separe, como comédia são ótimos, mas como filme é péssimo, essa é minha opinião.

    jamilsonoliveira.com

    ResponderExcluir
  2. Minha mãe é uma peça é só risada. HAHAHAHA Amo demais esse filme! Agora os outros dois quero muito assistir, principalmente o terceiro. :)

    www.nahboa.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, Tiago! Tudo bem? Já vi dois desses filmes (Minha Mãe É Uma Peça e Até Que A Sorte Nos Separe) e gostei muito de ambos! ^^ São comédias gostosas de assistir, sem apelação... Muito boas! :D Adorei o post!

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá, como vai?
    Acredita que eu não assisti nenhum desses? vejo muita gente falando que são bons, mas é bem raro eu assistir filmes. Eu gosto de assistir filmes de comédias, então vou coloca-los na minha listinha
    Beijos,

    http://designer-lovers.blogspot.com.br/ ♥

    ResponderExcluir
  5. Desses eu só não assisti o "Trair e coçar é só começar" por pura preguiça. Pode me bater, heheeh
    "Minha mãe é uma peça" reina, eu amo muito esse filme. Não importa quantas vezes eu já assisti, mas sempre vou rir. Principalmente por toda vez lembrar da minha mãe, heheh
    Adorei seu blog e já estou seguindo *-*

    Beijos, Our Constellations

    ResponderExcluir
  6. Oie! Q blog bacana! Adorei e já estou seguindo.=)
    Confesso que não sou muito fã de Comédia brasileira, mas devo reconhecer que tem melhorado muito!
    Eu adoro Minha mãe é uma peça. É épico! Paulo Gustavo é maravilhoso! Até que a sorte nos separe eu não gostei e o primeiro filme eu não assisti.
    Mas tem A partilha que é muito bom e De pernas pro ar que eu adoro também.

    Diego, Blog Vida & Letras
    http://blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Tenho aquele preconceito horrível com filmes brasileiros, mas vi dois dos quais você citou e gostei bastante. Comédia brasileira é boa, mas ainda não é meu favorito.
    Gostei do post, me fez lembrar do quanto ri vendo Minha Mãe É Uma Peça com meus amigos.

    Beijos,
    Bi.

    - www.naogostodeunicornios.com

    ResponderExcluir
  8. Nossa, todas essas comedias são mto boa, principalmente minha mãe e uma peça.
    Tive oportunidade de ver no Teatro Leblon quando fui visitar o RJ.
    E quanto eu rir dessa peça.
    Gostei das escolhas, e vc tem mto bom gosto.
    :)

    ResponderExcluir

INSTAGRAM FEED